Nosso BLOG... Estratégias e Ferramentas para seu Desenvolvimento Pessoal e Profissional

Nosso BLOG... Estratégias e Ferramentas para seu Desenvolvimento Pessoal e Profissional

Ajudamos você a obter resultados reais para aumentar sua qualidade de vida. Acesse, em primeira mão, nossos principais posts diretamente em seu email

Nosso BLOG... Estratégias e Ferramentas para seu Desenvolvimento Pessoal e Profissional

Ajudamos você a obter resultados reais para aumentar sua qualidade de vida. Acesse, em primeira mão, nossos principais posts diretamente em seu email

Fique tranquilo, seu e-mail está completamente SEGURO conosco!

Controle emocional: 5 sinais de que você está o perdendo

As emoções fazem parte de nós. São elas que nos permitem amar, sentir raiva, reagir a alguma injustiça, entre outras possibilidades. Entretanto, somos nós que precisamos controlá-las, e não o contrário. Por isso, a falta do controle emocional pode ser muito impactante em nossas vidas.

A verdade é que, às vezes, perdemos esse controle. Isso pode ser facilmente percebido em algumas ocasiões. Se estamos muito estressados, por exemplo, isso se manifesta nas atitudes. E quando isso acontece, a tendência é que nossas emoções passem a nos controlar, o que é arriscado.

Se não conseguimos ter controle pelo que sentimos, não estamos prontos para desafios. Por isso, manter o equilíbrio e saber identificar emoções é fundamental para todas as partes das nossas vidas. É por essa razão que ajudarei você a perceber os 5 principais sinais de que você está perdendo o controle emocional. Confira!

O que é o controle emocional?

O controle emocional nada mais é do que a capacidade que temos em lidar com o que sentimos: alegria, raiva, tristeza, euforia e tudo mais. Esses e muitos outros sentimentos fazem parte da nossa rotina e, às vezes, eles surgem todos no mesmo dia.

As emoções que sentimos são fruto da nossa convivência com pessoas, das nossas paixões e dos nossos medos. É por isso que, primeiramente, precisamos conhecer cada uma dessas emoções e o que elas geram em nós.

O controle emocional é como nos relacionamos com cada um desses sentimentos. E isso não está ligado a simplesmente escolher, por exemplo, não sentir raiva. A verdade é que controlar significa saber lidar, de modo que eles não nos prejudiquem.

Para muitos, pode parecer um desafio ter controle emocional. A verdade é que não se trata de algo simples, mas é uma habilidade que faz muita diferença em nossas vidas. Afinal, sem tomar as rédeas de nosso equilíbrio, a tendência é sermos refém de cada emoção que sentimos. E isso tem consequências ruins.

Como o controle emocional pode afetar nossas vidas?

Eu acredito que poucas pessoas refletem sobre a importância de saber lidar com sentimentos. Se eles são parte de nós, então, por qual razão controlá-los?

Ainda assim, precisamos fazer o exercício de entender o que sentimos e como isso nos afeta. É assim que, pouco a pouco, passaremos a ter maior equilíbrio e controle emocional. Do contrário, a tendência é seguir refém da variação de sentimentos.

Quando alguém não alcança o controle das emoções, a vida dessa pessoa passa a ser desequilibrada. Isso vai gerar uma sobrecarga, em que todo sentimento simples vai ser exagerado. Se não há controle, não há também o entendimento da situação por completo.

A falta de controle emocional vai aparecer em diversos momentos. Por exemplo, um sentimento de raiva simples vai se tornar algo gigante. Isso vai corroer a pessoa, torná-la amargurada e até mesmo explosiva.

Por que perdemos o controle emocional?

O controle emocional está ligado a situações e sentimentos. A seguir, entenda quais são os principais gatilhos para a falta de controle.

Estresse do cotidiano

O estresse é um dos males da sociedade moderna e, infelizmente, ele pode atingir cada um de nós. Principalmente por causa de nossas preocupações principais. E isso varia, indo desde o trabalho até a responsabilidade com a família, por exemplo.

Quando estamos estressados, a tendência é que nossas emoções fiquem mais fortes. E isso não é o pior. O ponto principal é que o estresse tira nossa capacidade de lidar com os sentimentos. Por isso, perdemos o controle.

Em nossas vidas, o grande problema é que poucas vezes sabemos como reduzir o estresse. Então, a tendência é sermos pessoas com dificuldade no controle emocional.

Inseguranças e medos

Somos seres humanos e é parte da nossa natureza sentir medo e ter inseguranças. Isso não é um sinal de fraqueza, mas precisamos conhecer quais são esses sentimentos.

A origem dos nossos medos nem sempre é entendida, assim como as inseguranças. E quando isso acontece, a tendência é supervalorizar os sentimentos simples. Por isso, passamos a não ter o controle emocional.

A falta de controle emocional é também resultado da falta de costume com nossos medos e inseguranças. Então, é normal que isso gere desequilíbrio.

Traumas da vida

A nossa vida é repleta de ótimos momentos. Só o fato de acordarmos sob um teto já é um motivo para comemorar. Mas, precisamos reconhecer que os traumas fazem parte da nossa jornada.

Às vezes, situações que nem mesmo foram tão graves acabam nos deixando traumas para o resto da vida. Logo, se mais à frente passamos por algo similar, o trauma fala mais alto. É assim que perdemos de novo o controle emocional.

Pode ser difícil lidar com todos os sentimentos gerados pelo contato com uma situação que nos remete a um trauma. Nesses momentos, vai faltar equilíbrio, principalmente se esse trauma nunca foi tratado.

Falta de acompanhamento psicológico

Este é um ponto-chave no assunto em que estamos debatendo.

A saúde emocional foi pouco valorizada ao longo dos anos em nossa sociedade. Mas, a boa notícia é que isso mudou, já que cada vez mais falamos sobre as doenças da mente.

O controle emocional é também resultado de como nossa cabeça está. Ou seja, se estamos bem, conseguiremos lidar de maneira saudável com tudo que sentimos.

A melhor forma de conseguir lidar com nossos traumas, medos, inseguranças e preocupação é ter acompanhamento. A terapia é fundamental para que possamos entender mais a nós mesmos e colher os frutos disso, como o controle emocional.

O acompanhamento psicológico não é algo voltado só para quem entende que tem um problema. Todos nós, sem exceção, precisamos de terapia para alcançar equilíbrio mental e emocional.

Quais são os 5 sinais de que você está perdendo o controle emocional?

Damos sinais claros quando não conseguimos lidar com nossa situação emocional. O problema pode ser facilmente percebido em nosso comportamento e atitudes cotidianas. Por isso, separei os 5 principais sinais e falei mais sobre cada um deles.

1. Você se irrita com qualquer coisa

Há momentos em que estamos mais sensíveis e qualquer coisa nos irrita. Isso é normal, mas passa a ser algo a se observar quando se torna um estado comum.

Se você está mais explosivo do que nunca e pequenas coisas irritam, é um sinal de que você perdeu o controle emocional. E isso não quer dizer que a culpa é sua, mas sim, que alguma coisa está acontecendo em sua vida.

Uma boa dica é observar o que as pessoas ao seu redor estão falando sobre seu comportamento. É que, geralmente, se você estiver mais irritado do que o normal, elas vão dizer isso. A partir daí, você precisa buscar ajuda para entender o que está causando o problema.

2. Seus relacionamentos são repletos de brigas

A falta de controle emocional também se reflete em nossos relacionamentos.

Se você não consegue se manter calmo e paciente, isso vai afetar como você trata quem está ao seu redor. Por isso, o problema vai se estender a todo lugar, como sua casa, seu trabalho e seu círculo de amigos.

Uma pessoa sem controle emocional não consegue ser confrontada ou contrariada. E o problema é que situações como essa fazem parte do relacionamento interpessoal. Não é só nas brigas que o embate de opiniões, ideias e vontades surgirão.

Logo, se você não consegue lidar com as diferenças de maneira equilibrada, enfrentará problemas para manter um bom relacionamento com as pessoas. Portanto, se você tem brigado muito, com todos, é um sinal de que perdeu o controle emocional.

3. Você vive estressado com o trabalho

O trabalho é um grande desafio para os nossos nervos. Isso acontece porque somos desafiados, precisamos manter a calma para tomar decisões e, muitas vezes, lidamos com pessoas difíceis.

É natural se sentir estressado com sua rotina de trabalho, mas se isso acontece todo dia, pode ser um sinal importante. Quem simplesmente não consegue passar um dia sequer sem estar estressado, certamente, está em uma situação emocional complexa.

A partir daí, há muito o que ser analisado, como por exemplo, sua satisfação com o trabalho. Em alguns casos, pode ser que você já não esteja mais feliz naquele lugar, então resta buscar novos rumos.

O trabalho é um lugar importante e é de lá que você tira seu sustento. Mesmo assim, vale a pena observar se ele tem sido um motivo de desequilíbrio emocional.

4. Seu sono está completamente desregulado

O nosso corpo dá sinais quando algo está errado com a nossa mente. Geralmente, começamos a ter dificuldade de dormir, tendo noites de sono conturbadas.

As principais consequência das noites ruins são dias de muito cansaço, falta de produtividade e alta irritabilidade. No entanto, o que poucos sabem é que o problema do sono é um resultado do que temos na nossa mente no momento.

Preocupações, ansiedade e medo são difíceis de lidar. Por isso, passamos tanto tempo dedicando nossa energia ao que está nos causando essas sensações. Naturalmente, isso se reflete em como conseguimos lidar com o sono, que é nosso principal descanso.

Se você dorme mal, sente que seu sono está desregulado e o cansaço não deixa seu corpo, pode ser um problema emocional.

5. Você tem comido mais do que o suficiente

A mente humana tem várias formas de tentar compensar problemas e sensações que vivemos, e a alimentação é uma delas. Por isso, quando estamos ansiosos, a tendência é comer o tempo todo, especialmente alimentos ricos em açúcar.

Quando não conseguimos perceber que há algo gerando esses hábitos, a tendência é simplesmente “descontar” na comida. Isso gera um comportamento de compulsão, o que traz vários riscos para a nossa saúde.

Portanto, se você sente que sua fome é muito mais emocional do que física, provavelmente se trata de uma questão emocional. Nesses casos, o acompanhamento médico é fundamental!

A falta de controle emocional é um problema que pode afetar qualquer pessoa. Para evitar isso, precisamos nos conhecer mais e saber lidar com as emoções. A melhor forma de conseguir isso é cuidar da nossa saúde mental!

Aprenda a usa a autodisciplina para expandir poderosamente sua capacidade de gestão de suas emoções com a Tríade da Autodisciplina

 

 

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre o Adriano

Olá, eu sou Adriano Couto, e se você é uma pessoa, que como eu, acredita na importância do seu desenvolvimento pessoal e profissional, conquistando um alto nível de qualidade de vida. Seja bem-vindo ao meu blog.

Inscreva-se em nosso blog

Avance em seu Crescimento Pessoal e Profissional

Fechar

Fique tranquilo, seu e-mail está completamente SEGURO conosco!

Artigos Relacionadas

Couto Performance © 2021

WhatsApp
Enviar